Bolsa família – quem tem direito? Como conseguir? Aprenda agora!



Explicamos o que é o bolsa família, quem tem direito e pode receber ele, de forma super fácil, veja nossa explicacao!

Nos dias de hoje sabemos que a situação no Brasil não está fácil para ninguem. Muitos brasileiros passam necessidade diariamente e o governo tenta na medida do possível resolver isso. Por isso, uma das iniciativas que mais tem gerado polemica nos ultimos anos, é o bolsa família.  Mas afinal, como ele funciona, quem pode receber e como fazer pra receber? Bom, explicaremos tudo isso aqui em nosso site! Continue lendo nosso artigo.

O que é o bolsa família

bolsa familia

bolsa familia – aprenda como funciona

Criado ha alguns anos atrás durante o governo do ex presidente Lula, o programa bolsa familia (PBF), é um programa de de auxílio que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País. O Bolsa Família faz parte do Plano Brasil Sem Miséria (BSM), que tem como objetivo atender aos 16 milhões de brasileiros com renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais, e está baseado na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços  públicos.

Há também outro aspecto importante, os beneficiados recebem dinheiro do governo federal e, em troca, devem cumprir a algumas exigências, como mandar os filhos à escola e manter as vacinas em dia. Estão reunidos no bolsa família quatro programas sociais: Bolsa Escola, Cartão Alimentação, Bolsa Alimentação e Auxílio Gás.

Atualmente, o programa contribui para a conquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome e atende mais de 12 milhões de famílias em todo território nacional.Hoje , sua gestão é divididaentre a União, estados, Distrito Federal e municípios. Os 3 trabalham em conjunto para aperfeiçoar, ampliar e fiscalizar a execução do Programa.Veja quais são os pre requisitos para ter direito a bolsa dele.

Quem tem direito ao bolsa familia

Basicamente, podem participar do programa famílias cuja renda per capita mensal é inferior a 120 reais. Os interessados em entrar para o programa são cadastrados pelas prefeituras, e o governo federal decide se concede ou não o benefício.

Como conseguir o bolsa familia?

Para receber a Bolsa, a família deve garantir que crianças e adolescentes de seis a 15 anos registrem frequência escolar mensal de, no mínimo, 85% dos dias letivos.

Gestantes e mães que estão amamentando devem fazer o acompanhamento nutricional e exames pré e pós-natal, além de manter em dia a sua carteira de vacinação e a de seus dependentes, com idade de zero a seis anos.

O cadastro é feito por meio dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).As Prefeituras Municipais são responsáveis em cadastrar, digitar, transmitir, manter e atualizar a base de dados, acompanhar as condições do benefício e
articular e promover as ações complementares destinadas ao desenvolvimento autônomo das famílias pobres do município.

Há um vídeo sobre o programa, bastante interessante que pode ser visto aqui:

www.youtube.com/watch?v=bxcdBbb6GTs

O que o programa fez de bom?

Bom, claro que programa trouxe muitos beneficios a população como por exemplo:

-Desde que foi lançado, há cerca de oito anos, o programa federal Bolsa Família ajudou a retirar cerca de 30 milhões de brasileiros da pobreza absoluta.

-Ao contrário do que se imaginava, a busca por emprego não diminuiu, as pessoas não se acomodaram com o benefício

- Outro fato importante é que o programa também ajudou a atrasar a entrada de jovens entre 5 e 17 anos de idade no mercado de trabalho, o que geralmente acontecia pela necessidade de auxiliar no sustento da família.

- A saúde também foi beneficiada. A prevalência de desnutrição aguda, crônica e baixo peso entre menores de cinco no período de 2005 a 2009 teve, em geral, queda semelhante para crianças de membros do Bolsa Família e de não beneficiados.

O que o programa fez de ruim?

Pois é, infelizmente, algumas coisas ruins também aconteceram com esse programa

-Auditorias feitas pela Controladoria Geral da União (CGU) em cidades de todo o País, escolhidas por sorteio, mostram que em 90% dos municípios analisados há irregularidades na aplicação de recursos do programa Bolsa Família, do Governo Federal.

- A maioria dos opositores,exibe com dados e fatos que essa política de Assistencialismo só aumentará a pobreza, sem políticas de educação e emprego o problema nunca será sanado.

- É de uso eleitoral, um típico sistema de manipulação de massas (“voto de cabresto”).O governor recebevotos, por não fazer nada além de sua obrigação

- Muitos “beneficiados” utilizam os recursos para compra de cigarros, bebidas alcoólicas, drogas, prostituição etc. aumentando o problema social da família, ao invés de reluzi-lo.

- Ilude o povo, no sentido que é um “benefício do Estado”, quando na verdade, todos os recursos são retirados, através de tributos, da própria população. O Estado não produz recursos, ele retira-os de trabalhadores e empreendedores.

 

Conclusão

Pois é caros leitores e leitoras do meu grande Brasil, espero que tenham gostado dessa nossa explicação, sobre esse programa tão conhecido como o bolsa família. Claro que foi uma boa aitutde do governo, mas é preciso termos cuidado para que a população n”ao fique sempre viciada em receber tal bolsa e ele não acabae virando um bolsa esmola como tantos dizem por aí

Lembrando que esse é apenas um artigo em nosso site falando sobre o assunto, não temos nenhuma ligação com o governo nem nada ok? É apenas um texto informativo.

Dúvidas e sugestões, usem os comentários! 

Digite seu email :

Delivered by FeedBurner

About Almy Fróes

Almy Fróes é Analista de TI, problogger e entusiastas de novas tecnologias, além do Comofazer.etc.br escreve no Guia dos solteiros & mestre dos sites

2 comments

  1. Vale apena lembrar que, no caso de Minas Gerais a inclusão no programa bolsa família te dá direito tambêm a tarifa Social no abastecimento de luz e água, bastando você levar seu benefício até as agências da copasa e cemig para se cadastrar e receber tais descontos

Deixe seu comentário:

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com * *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>