BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Como recolher INSS Autonomo ? Aprenda tudo aqui!

Dúvidas sobre como recolher inss autonomo? Vamos explicar direitinho como funciona, como é a tabela do Inss, como pagar sendo autônomo e muito mais!

 Existe tanta burocracia em nosso país, que muitas vezes ficamos perdidos no meio de tantos tributos a se pagar. Mas, um órgão que costuma funcionar, e que acaba garantindo parte de nosso futuro quando nos aposentarmos é com certeza o INSS. Vamos hoje explicar um pouco sobre como ele funciona, e como é feito o recolhimento de sues tributos. Também vamos explicar como você que é autônomo pode pagar o seu e ter mais essa segurança quando se aposentar. Continue conosco.

O que é o INSS?

Como recolher INSS Autonomo

Indo direto ao ponto, o  INSS é a sigla de Instituto Nacional do Seguro Social, é um órgão do Ministério da Previdência Social, ligado diretamente ao Governo. Essa instituição foi criada criado em 1988, e tem diversas funções, em especial as contribuições de aposentadoria dos cidadãos. Ele é responsável pelos pagamentos das aposentadorias e demais benefícios dos trabalhadores brasileiros que contribuem com a Previdência Social (seguro que garante uma aposentadoria ao contribuinte quando ele pára de trabalhar), com exceção dos servidores públicos.

O que é o recolhimento do INSS

O recolhimento do INSS é um valor de tributo que é pago mensalmente, para que no futuro a pessoa possa usufruir da aposentadoria, ou mesmo dos seguros do INss caso algum problema venha a ocorrer

Existem algumas faixa discriminadas de acordo com o tipo de recolhimento que é feito

Contribuintes individuais – são aqueles que têm renda pelo trabalho, sem estar na qualidade de empregado, tais como os profissionais autônomos, sócios e titulares de empresas, entre outros. Estes são contribuintes obrigatórios da Previdência Social;Explicaremos mais abaixo como é feito o recolhimento do inss de autônomo.

Contribuintes facultativos – são aqueles que não têm renda pelo trabalho, tais como, a dona de casa, o estudante, o desempregado, etc, no entanto, querem contribuir para a Previdência Social, garantindo com isso os benefícios previdenciários tais como auxílio doença, aposentadoria, salário-maternidade, pensão para seus dependentes, entre outros. Como viram, estes não são contribuintes obrigatórios, recolhem facultativamente;

Contribuintes Domésticos– são aqueles que prestam serviços de natureza contínua a pessoa ou a família, no âmbito familiar do contratante, em atividades sem fins lucrativos. Estes também são contribuintes obrigatórios da Previdência Social.É importante não deixar a gps em atraso.

Microempreendedor Individual – MEI- É a pessoa que é microempreendedor individual, onde seu faturamento é de máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. Já explicamos sobre o Micro empreendedor individual em outro artigo, ao qual sugiro a leitura. Entre as vantagens oferecidas está também o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Tabela do INSS

Segue a tabela do Inss com as aliquotas para recolhimento desde 01 de janeiro de 2019:

Como recolher INSS Autonomo

Como recolher INSS Autonomo

Não só os empregados com carteira assinada se beneficiam do INSS. Pois o autônomo que recolhe sua contribuição através do carnê também tem direito aos benefícios.Mesmo uma pessoa física que nunca tenha recolhido o INSS, porém sempre exerceu atividade remunerada como contribuinte individual (autônomo) poderá se aposentar, desde que recolha com os devidos encargos as contribuições de 30 anos passados e comprove o exercício da atividade.

Os trabalhadores autônomos que prestam serviço para outras pessoas ou os que fazem contribuição facultativa têm duas opções. Na primeira, podem contribuir com 11% referente a um salário mínimo (salário de contribuição). Nesse caso, receberão um salário mínimo quando se aposentarem. Além disso, a pessoa não poderá aposentar por tempo de contribuição, só por idade.

A outra opção dos autônomos ou contribuintes facultativos é pagar 20% do salário que recebem (salário de contribuição). Nesse caso para quem se inscreveu na Previdência até 28 de novembro de 1999, o valor do benefício será a média das 80 maiores contribuições feitas a partir de julho de 94 até o ano da aposentadoria. Para quem se inscreveu na Previdência a partir de 29 novembro de 1999, o valor do benefício será a média das 80 maiores contribuições.

Se inscreva primeiramente

Para começar a recolher o pagamento, você deve se inscrever como contribuinte individual no INSS.

Vá a uma das agências conveniadas, mas antes agende o atendimento pelo telefone 135. Outro caminho é se inscrever pelo site da Previdência Socialclicando aqui.

Depois de inscrito no INSS, basta gerar a Guia da Previdência Social (GPS) pela Internet mesmo, para começar a contribuir.

Acesse o site da Previdência clicando neste link e escolha entre “Contribuintes filiados à Previdência Social antes de 29/11/1999” e “Contribuintes filiados à Previdência Social a partir de 29/11/1999”. Em seguida, preencha as informações que o site pedir, como data (chamado de competência pela Previdência) e valor. Assim que terminar, selecione o botão “gerar GPS” e imprima o documento.

INSS- telefones úteis

A Central de Atendimento da Previdência Social funciona pelo número 135, de segunda a sábado, das 7h às 22h (exceto domingos e feriados). O atendimento pelo telefone apresenta um problema: como a demanda pelo serviço é muito grande, o número pode dar sinal de ocupado.

Conclusão

Bom pessoal, espero que as dicas tenham sido úteis e que tenham aprendido bastante sobre como recolher inss autonomo e que consigam pagar e quando chegar a hroa se aposentarem com sucesso.

Dúvidas e sugestões, é claro que podem deixar nos comentários! 


Seja um visitante premium, receba nossas novidades no email:

Digite seu email :

Delivered by FeedBurner

Sobre Almy Fróes

Almy Fróes é Analista de TI, problogger e entusiastas de novas tecnologias, além do Comofazer.etc.br escreve no Guia dos solteiros & mestre dos sites

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *